top of page
  • Foto do escritorotoni de paula pai

Deputado Otoni de Paula Pai tem PL aprovado, que declara a "Marcha para Jesus" Patrimônio Cultural

Deputado Otoni de Paula Pai tem PL aprovado, que declara a "Marcha para Jesus" Patrimônio Cultural Imaterial do Rio de Janeiro


O Projeto de Lei nº 564-A/2023, do Deputado Estadual Otoni de Paula Pai, foi aprovado nessa semana, com o apoio de outros sete deputados. A lei declara o evento religioso "Marcha para Jesus" como Patrimônio Cultural Imaterial do estado.


A "Marcha para Jesus" é um evento que reúne fiéis de várias denominações cristãs em louvor e adoração a Jesus Cristo. O objetivo é promover os princípios e valores da fé cristã, unindo pessoas de diferentes comunidades religiosas.


Com a lei, o Estado reconhece oficialmente a importância cultural e espiritual da "Marcha para Jesus". O evento passa a ser preservado e divulgado pelo Poder Executivo, junto com outras manifestações culturais e religiosas.


A lei também ressalta a importância da tolerância religiosa, como um elemento essencial para o direito à liberdade de crença. O Estado deverá estimular e apoiar iniciativas populares que valorizem a diversidade religiosa, o respeito e a harmonia entre as diferentes crenças.


O Deputado Otoni de Paula Pai, Pastor da Assembleia de Deus há 47 anos, é um dos principais defensores dos valores e princípios cristãos, sendo o autor desse projeto de lei.


A aprovação da lei ocorre na semana que comemora os 99 anos da Igreja Assembleia de Deus no Rio de Janeiro, uma conquista significativa para a comunidade evangélica. A "Marcha para Jesus" ganha relevância e respaldo legal, consolidando-se como um momento emblemático de fé e adoração.


O reconhecimento da "Marcha para Jesus" como Patrimônio Cultural Imaterial é uma vitória para todos que valorizam a liberdade religiosa e o fortalecimento da fé.


A "Marcha para Jesus" se consolida como um evento de grande impacto cultural e espiritual, que reúne milhares de pessoas em um momento de celebração e reflexão. O Estado se compromete em preservar e promover essa manifestação única de fé, que contribui para a diversidade e a riqueza cultural da região.


A "Marcha para Jesus" representa uma expressão de união e respeito entre diferentes comunidades cristãs. É um momento em que os fiéis louvam a Jesus Cristo, compartilham sua fé e transmitem os valores do cristianismo.


O reconhecimento da "Marcha para Jesus" como patrimônio cultural proporcionará maior visibilidade e proteção ao evento, garantindo sua preservação para as gerações futuras. Além disso, o apoio do Poder Executivo na divulgação e promoção desse patrimônio cultural fortalecerá a identidade religiosa e cultural do estado.


A diversidade religiosa é fundamental na sociedade e deve ser respeitada. O reconhecimento da "Marcha para Jesus" como patrimônio cultural ressalta sua importância como manifestação de fé e fraternidade.


O texto será encaminhado para o governador Cláudio Castro, que tem até 15 dias úteis para sancionar.



Foto: Arquivo ALERJ

109 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page